Monday, July 4, 2016

Costela de Cordeiro com Marinada.



Receita (I)
3 kg de costela de cordeiro
500 ml de vinho branco (pode ser tinto)
2 colheres de sopa de páprica picante
1 colher de sopa de cominho
10 dentes de alho
5 cebolas picadas grosseiramente
2 cenouras
2 talos de aipo
2 pimentas dedo de moça
Sal e pimenta do reino
Tomilho e Alecrim

Para finalizar o molho:
250 ml de vinho branco (o que restou da garrafa)
500 ml de caldo de legumes ou frango
3 colheres de sopa de farinha de trigo
Coloque todos os ingredientes da marinada em um saco, feche bem e deixe na geladeira por pelo menos quatro horas. Se a costela estiver bem carnuda vale deixar de um dia para o outro.

 

1- Pré aqueça seu forno em temperatura alta e coloque toda a marinada em uma assadeira.
Neste ponto você pode colocar mais cebola, alho, ervas, cenoura… O que você julgar que faça um bom molho. Lembre que após assar, esta será a base.



2- Leve ao forno por 1 hora em temperatura bem alta (coloquei 230°). O objetivo aqui é dar cor à costela. Depois da primeira meia hora, dê uma virada para os dois lados ficarem bem dourados. 

3- Se a assadeira secar, coloque um pouco do caldo para desde o início ir formando o seu molho.
Após a primeira hora ela estará já apetitosa. 

4- Mas você quer que ela solte do osso de tão macia. Aí vem a dose de paciência tão neessária dos assados. Para que pressão? Para que queimar etapas? Curta a cozinha. Fique inebriado pelo cheiro.

5- Encha a taça ou o copo e cuide de sua costela.A temperatura cai para 120°. Cubra a assadeira com papel alumínio e relaxe. De hora em hora de uma olhada, controle a água com o caldo. E pronto. Ela ficou assim por mais quatro horas, totalizando cinco de cozimento.



6- Ficou completamente macia e a assadeira com aquele fundinho caramelizado das cebolas, cenoura, aipo, alho, ervas e temperos. Aquilo é ouro. É o seu molho. E chegou a hora de finalizá-lo. Leve a assadeira ao fogão, jogue o vinho branco e comece a ir soltando o fundo.

7- Evaporou o álcool? Junte a farinha de trigo, deixe cozinhar um pouco e entre com o caldo. Quando reduzir, passe por uma peneira espremendo bem as partes sólidas e caramelizadas (eu usei aquele passevit, mas se não tiver a peneira já ajuda). 

 

Receita (II) 

3 kg de costeletas de cordeiro

2 colher (sopa) de vinagre de vinho branco
4 colher (sopa) de óleo
4 tomates maduros e firmes
1 cebola
1 ramo de hortelã
½ dente de alho
1 ramo de tomilho
alguns ramos de salsinha
1 ramo de manjerona
1 e ½ colher (sopa) de manteiga
sal e pimenta-do-reino

Preparo 

1- Lavar os tomates, dividir ao meio, eliminar as sementes e picar grosseiramente. Colocar numa tigela, juntar a cebola cortada em rodelas, as folhas de hortelã e o alho picados.
2- Temperar com o vinagre, metade do óleo, 1 pitada de sal e 1 pitada generosa de pimenta-do-reino e misturar bem. Cobrir com filme plástico e deixar a marinada descansar na geladeira por 1 hora.
3- Enquanto isso, lavar o tomilho, a salsinha e a manjerona, enxugar e picar. Numa panela pequena, derreter a manteiga com o óleo restante e pincelar as costeletas. Temperar com sal e pimenta-do-reino e distribuir sobre a placa do forno forrada com papel-manteiga.
4- Levar ao forno e cozinhar no grill por 7-8 minutos de um lado. Depois, virar e deixar cozinhar de outro lado. Polvilhar as costeletas ainda quentes com as ervas picadas e transferir para uma travessa com a marinada de tomates. Servir a seguir.

No comments:

Post a Comment